quinta-feira, 24 de março de 2011

Dia 31 de março aconteceu o 3º encontro dos "Escambos Estéticos" com Luis ALberto de Abreu,Marcelino Freire e Jader Percassi.






“Coexistência estética social nos espaços urbanos” este é o tema do terceiro encontro de “Escambos Estéticos”. O evento, que acontecerá no próximo dia 31, conta com a participação da pesquisadora de cultura popular Jade Percassi e dos premiados autores Luís Alberto de Abreu e Marcelino Freire, nomes conhecidos do cenário teatral.A mediação será de Mario Bolognesi.

Entrada Gratuita!

Concebido e coordenado pela Cia dos Inventivos, “Escambos Estéticos” integra o projeto “Viva o povo brasileiro”, realizado através do Programa de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo, e tem como proposta promover quatro encontros trimestrais e fomentar cada vez mais a prática e a reflexão sobre o Teatro de Rua. Os temas que norteiam esse primeiro ano de “Escambos Estéticos” são acerca da pesquisa sobre a identidade do povo brasileiro, as manifestações populares, o popular e o urbano. Para cada mesa, um mediador da UNESP e três debatedores são convidados.

O primeiro dos escambos aconteceu em setembro, e trazia como tema “Apropriação do Rural no/pelo Urbano”. Na ocasião, participaram da mesa de discussão Alberto Ikeda, Marianna Monteiro e Ednaldo Freire. Em dezembro aconteceu o segundo encontro, com Iná Camargo Costa, Chico Alambert e Alexandre Mate discutindo o tema “Bandido é quem anda em bando”.

A ideia de realizar esses encontros surgiu na 4ª. edição da Mostra de Teatro de Rua Lino Rojas, quando a Cia dos Inventivos, grupo atuante do Movimento de teatro de Rua de São Paulo e da Rede Brasileira de Teatro de Rua, teve contato com o Movimento Escambo Popular, movimento de irradiação cultural que reúne grupos de teatro de rua, poetas e artistas populares de diversos estados do nordeste.

SERVIÇO

O Quê – Escambos Estéticos - “Coexistência estética social nos espaços urbanos”
Quando – 31 de março,às 19hs
Onde – UNESP
Endereço – Rua Bento Teobaldo Ferraz, 271- Sala 413, 4º andar – Barra Funda
Quanto - Entrada Gratuita
Informações - 2837-0839 – ciadosinventivos@hotmail.com
Saiba mais:

LUIS ALBERTO DE ABREU
Autor premiado, começou a carreira como dramaturgo e, depois, passou a escrever roteiros para cinema e TV. Em seus 28 anos de carreira já conta com mais de 40 peças teatrais em seu repertório, com destaque para a antológica “Bella Ciao”, as premiadas “Borandá” e “Auto da paixão e da alegria”, e “O Livro de Jó”. Como roteirista, se destacou no cinema com os premiados filmes “Kenoma” e “Narradores do Vale de Javé”. Já para TV, escreveu os roteiros de “Hoje é Dia de Maria” e “A Pedra do Reino”. O autor recebeu diversos prêmios, entre eles o Prêmio Shell (2004) e quatro APCA (1980, 1982, 1985, 1996).

MARCELINO FREIRE
Nascido em Pernambuco, Marcelino está radicado em São Paulo desde 1991. É autor de EraOdito (Aforismos, 2ª edição, 2002), Angu de Sangue (Contos, 2000) e BaléRalé (Contos, 2003), todos publicados pela Ateliê Editorial. Em 2002, idealizou e editou a “Coleção 5 Minutinhos”, inaugurando com ela o selo eraOdito editOra. É um dos editores da PS:SP, revista de prosa lançada em maio de 2003, e um dos contistas em destaque nas antologias Geração 90 (2001) e Os Transgressores (2003), publicadas pela Boitempo Editorial. Recebeu, em 2006, o Prêmio Jaboti (2006), entre outros.

JADE PERCASSI
Educadora e pesquisadora, é Bacharel em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (2001), licenciada em Sociologia pela Faculdade de Educação da USP (2004) e Mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (2008). Atualmente cursa Doutorado em Sociologia da Educação na USP. É pesquisadora e educadora do Centro de Estudo, Pesquisa e Ação em Educação Popular da Universidade de São Paulo.

MARIO BOLOGNESI
Bolsista em Produtividade e Pesquisa, nível 2, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Bolognesi é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1978), Mestre em Artes e
Teatro pela Universidade de São Paulo (1988), Doutor em Artes eTeatro pela Universidade de São Paulo (1996), e Livre-Docente em Estética e História da Arte pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003). Tem reconhecida experiência em artes, teatro e circo, com ênfase em estética, encenação, interpretação
e dramaturgia, atuando principalmente nos seguintes segmentos: circo brasileiro, palhaços, comédia e cômico circense. Bolognesi é ainda autor do livro “Palhaços”(2003).

Nenhum comentário:

Postar um comentário