domingo, 12 de setembro de 2010

Grupo Os Crespos discute a identidade do negro no País

Grupo apresenta mosaico de imagens para traçar a identidade do negro no Brasil.

Partindo de textos do alemão Heiner Muller, dos compositores Caetano Veloso, Chico Buarque e Vinicius de Moraes, do ativista político Martin Luther King, do líder negro Malcolm X, dos escritores Cornel West e Ralph Ellison e do grupo musical Racionais MCs, entre outros. Para ressaltar sua pesquisa sobre o racismo Os Crespos utilizam, ainda, música, artes plásticas e projeção de filmes.

Durante um ano, o grupo desenvolveu pesquisa e realizou sete intervenções em espaços públicos da cidade, investigando a construção da imagem do negro na sociedade contemporânea, seus desdobramentos históricos e qual a relação dessa imagem com o olhar desse indivíduo para si mesmo nos dias de hoje. O resultado é um espetáculo que une vídeo, música, fotografia e instalação. “Consideramos que se trata de uma performance teatral, com figurino, cenário e dramaturgia, mas também é a primeira experimentação aberta de um espetáculo em construção”, explicam os atores.

Sobre A Construção da Imagem e a Imagem Construída

Iniciado em setembro de 2009, o projeto estuda a construção do racismo na história e seus desdobramentos. Os Crespos, grupo de teatro formado por atores negros, partiram em busca de uma rígorosa pesquisa sobre a imagem do negro e preconceito nos dias atuais. “Acreditamos que o racismo é um problema da sociedade brasileira e não da população negra. É uma questão que precisa ser resolvida”,



Para roteiro:

A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM E A IMAGEM CONSTRUÍDA. Dias 15, 16 e 17 de setembro (quarta, quinta e sexta), às 21 horas, na Sede da Cia Livre.Colaborador de dramaturgia- Marcelino Freire. Direção - Eugênio Lima. Núcleo Artístico – Joyce Barbosa, Lucélia Sérgio, Mawusi Tulani e Sidney Santiago. Músicos - Cássio Martins e Fernando Alabê. Direção de Arte - Achiles Luciano. Assistente de direção - Luaa Gabanini. Fotografia - Wagner Celestino. Figurino - Claudia Schapira. Direção de Vídeo - Leandro Goddinho. Elenco - Joyce Barbosa, Lucélia Sérgio, Maria Gal, Mawusi Tulani e Sidney Santiago. Ator convidado -Tom Roberto. Produção - Eliana Filinto e Fabiano Benigno.
Designer gráfico-Fernando Sato
Preparação Vocal- Andrea Drigo
Treinamento Corporal-Alexandre Paulain
Sede da Cia Livre - Rua Pirineus 107. Barra Funda (Região Central, ao lado do Metrô Marechal Deodoro). Telefone - 11 3564 3663.Nextel 7766 9235 Capacidade – 40 lugares. Censura – 14 Anos. Duração – 90minutos. Preço – Grátis. A bilheteria abre com 30 minutos de antecedência

Nenhum comentário:

Postar um comentário