quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Estamos contra a tirania do Secontrário Fabio Matarazzo.



Texto de Antonio Sobreira (sou eu mesmo)R

reenvie essa mensagem aos prudentinos de coragem, atados e desatados"Escreva sobre o riacho da tua cidade e falará ao universo" (Mais ou menos Alguém)

Não falaremos do poluído córrego dos Veados em Presidente Prudente, falaremos ao universo de agentes culturais que acreditam fazer cultura, centralizando recursos, decisões e opiniões em todo canto do Brasil.Falaremos da famosa Secontraria de Cultura de Presidente Prudente, regida pelo Conde Fábio Matarazzo e sei que falaremos de tua vila.Coisas que podemos falar para ampliar o acervo daLISTA DO CONDE PARA REPRESENTAÇÃO POR CALÚNIA E DIFAMAÇÃO(para nos brindar com fama política em Prudente)Há algo estranho no reino da Dinamarca! (Seu Zé, esquina bemtevi, 2010)1. É desconhecido o montante de recursos destinados à cultura em nosso Condado PP;2. São desconhecidas as destinações das verbas e empresas beneficiadas;3. Não há estudos sobre a efetividade de aplicação dos recursos;4. É questionável a fonte de dados sobre o 3% de recursos aplicados do orçamento municipal para cultura; IPEA diz que somo o oitavo município do Brasil (rs rs rs rs);5. A apreciação de políticas e programas de cultura é feita sob bases desconhecidas;6. Os únicos avaliadores da política cultural são os JORNAIS que não fazem a cobrança da efetivação dos pronunciamentos do Conde Matarazzo;7. Recusa em debater com legislativo sobre a Lei Complementar (n°174-07/2010) para nova composição do Conselho Municipal de Cultura.8. Esgoelamento do Conselho Municipal de Cultura (COMUC) ativo entre 2009 e 2010;9. Oferecimento de informação inverídica à Câmara de Vereadores (inatividade do COMUC 2009/2010);10. Esfolamento da classe teatral desde o manifesto de 2008 “Tijolo Não Faz Arte”;11. Castração da mostra prudentina de teatro paralela ao FENTEPP sem explicação oficial;12. Sepultamento do Festival Nacional de Música sem explicação oficial;13. Cadaverização das orquestras municipais por extermínio orçamentário;14. Criação de orquestras por capricho pessoal, sem metas, planos e prosseguimento orçamentário;15. Bombardeamento na imprensa de informações extra-oficias sem sua assinatura e documentação publica oficial e disponível;16. Corpo mole para a realização do Fórum Municipal de Cultura;17. Congelamento de relações com os grupos de teatro resistentes ao Conde de Janeiro até julho de 2010;18. Política de molha mão/cala boca da classe artística que não é apoiada por um plano municipal de cultura. A elite política de Presidente Prudente acredita que se o Conde Matarazzo Nougueira oferecer um montante para um grupo, para um artista, para o balé, para a música equivale a fazer política. Com essa forma de destinar verbas não planejadas por um plano democraticamente elaborado, muitos se calam!Talvez nada disso contenha ilegalidade, mas é imoral, personalista e por tudo isso anti-democrático!Por essas dúvidas todas........Contra a extra-oficialidade de informação!Contra falta de transparência com recursos públicos!Contra o uso indevido da Bíblia!Contra a prática do molha mão/cala boca!EPor um Fórum Municipal de Cultura!A tirania é um hábito com a propriedade de se desenvolver e dilatar a ponto de tornar-se doença. Dostoiévski

Nenhum comentário:

Postar um comentário