quarta-feira, 19 de maio de 2010

Iguape/SP




Caminhos

Por Flávio Rodrigues

Os Inventivos seguem em caravana...
Iguape é destino de nosso próximo encontro
Cidade de rios, praias, cachoeiras, montanhas e manguezais
Chão de pedra, ruas estreitas, sorrisos largos
Cidade construída em tempos que não voltam mais.
É verdade poeta...
“ A praça é do povo como céu é do condor”...
E nela erguemos nosso canteiro para a construção
do dialogo e da troca de arte.
__Não, não! O andaime para o outro lado é melhor para os fiéis, quero dizer: público.
Mas cadê o povo? Cadê o publico?
Badalam os sinos.
Os artistas esperam o povo que sai da matriz.
E no terreiro da igreja toca o tambor.
Dança o menino capoeira.
Brinca um senhor de padre...
...na roda que se abre no terreiro em frente à Igreja de Iguape.

Nenhum comentário:

Postar um comentário