sábado, 9 de maio de 2009

O Grupo





Os inventivos não se escolheram, foram escolhidos e daí se conheceram em 2004 na ELT - Escola Livre de Teatro de Santo André.Inquietos e instigados pelas aulas do mestre Alexandre Mate sobre o teatro épico este grupo de estudantes de teatro fazem reuniões aprofundando seus estudos, fora do horário curricular.
A busca por uma linguagem direta faz com que os inventivos comecem a investigar a formação do homem e da sociedade brasileira identificando-se por uma dramaturgia com elementos do teatro épico que falasse do homem como ser social inserido neste mundo.
A inquietude artística fez com que nascesse a Cia. dos Inventivos.
A proposta da companhia se organiza em torno da re-visita e do resgate da cultura popular através do teatro de rua e da narrativa épica nesse espaço livre e de transeuntes que é a rua, palco das grandes manifestações históricas e também por ser o lugar de
aproximação com o povo, nosso maior interesse.
No ano de 2005, a companhia foi contemplada com o VAI – Programa de Incentivo as Iniciativas Culturais da Cidade de São Paulo com o projeto de pesquisa, montagem e apresentação do espetáculo de rua “A História da Morte de Maria Consorte”, fruto dos estudos do ano anterior. Pelo VAI, durante o segundo semestre de 2005, realizaram
vinte a quatro apresentações gratuitas pelas feiras livres na cidade de São Paulo, projeto propulsor da profissionalização da companhia.
Neste mesmo ano, a companhia participou do 9º Festival Nacional de Teatro de Americana, e foi aclamada com os prêmios de melhor espetáculo de rua e júri popular.
Em 2008 a Cia. com a colaboração do orientador de pesquisa e mestre Alexandre Mate iniciou o estudo do livro “Viva o povo brasileiro” de João Ubaldo Ribeiro, narrativa norteadora deste projeto que inicia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário